Notícias

Home » Notícias » O Globo: Motorista cria grupo no WhatsApp para avisar os horários do ônibus aos passageiros

22/02/2017

O Globo: Motorista cria grupo no WhatsApp para avisar os horários do ônibus aos passageiros


Os passageiros de uma linha de ônibus que circula pela Região Metropolitana do Rio estão bem mais tranquilos depois que um dos motoristas criou um grupo no WhatsApp para avisar os horários que o seu ônibus sai do ponto inicial e chega ao final.

A linha 722D, que liga Alcântara, em São Gonçalo, a São Cristóvão, na Zona Norte do Rio, ganhou, no ano passado, um motorista de ouro que conquista a todos com a sua simpatia. Mais do que ajudar as pessoas, Michel Costa, de 36 anos, trata todos de forma especial, chamando cada um pelo nome e estabelecendo um laço de amizade com os passageiros.

— Vou contar como o grupo funciona: às 4h30, eu chego na garagem da empresa e meu ponto inicial, em Alcântara, fica a 3km de distância. Eu já sei que tem gente me esperando, então aviso quando estou saindo. O mesmo acontece quando chego em São Cristóvão. Como a viagem dura, em média, 50 minutos, os avisos sobre os horários ajudam os passageiros, porque eles conseguem prever a hora que vou passar no ponto deles — contou.

O grupo do Michel é um sucesso e já conta com mais de 120 pessoas. E esse número cresce a cada dia, segundo o motorista.

Foto: O Globo

— Todo dia entra gente no grupo. Agora mesmo tenho aqui mais cinco contatos que pediram para participar — afirmou Michel.

Dessa forma, com tantas pessoas no grupo, Michel conta que os próprios passageiros contribuem para o funcionamento do grupo, oferecendo também informações do trânsito mais relevantes, além de dizer os horários e localidades, onde o ônibus passa, para despreocupar os que ainda estão no ponto aguardando.

— Então é comum ver mensagens como “amigos do grupo, acabei de passar na ponte, tudo engarrafado”. Eles mesmos se ajudam — disse o motorista.

A ideia do grupo surgiu quando ele começou a trabalhar na Auto Ônibus Fagundes, há quase um ano. Michel conta que duas passageiras tinham um grupo no aplicativo com o motorista que estava de saída da empresa e, por ter gostado da ideia, decidiu aprimorá-la. Com isso, criou o grupo que existe hoje. No início, havia apenas 20 integrantes no grupo. Desde então, quando um passageiro novo sobe no ônibus, Michel pergunta se ele pegaria aquela linha com frequência e se gostaria de receber atualizações sobre os horários.

— Os passageiros ficavam com medo de assalto ou de acontecer algum acidente e precisarem esperar muito tempo no ponto sem ter nenhum conhecimento sobre onde o ônibus está. Mas agora, com o grupo, coloco o horário de saída, então o passageiro já fica sabendo. Se acontecer um acidente com um dos carros da linha, por exemplo, eu aviso para eles não se preocuparem — explicou.

Durante parte do dia, o motorista descansa na empresa, onde tem o alojamento e refeitório e, em seguida, volta para o serviço. Dessa forma, por ter levado diversos de seus passageiros para o trabalho pela manhã, no turno da noite, muitos deles pegam a mesma linha para voltar para casa.

— Tem gente que espera para ir comigo, já fizemos um laço de amizade. É muito gratificante.

Michel até mesmo estabeleceu regras de conduta no grupo e, para que sempre haja uma boa convivência, com respeito entre os integrantes. Por isso, aqueles que são administradores do grupo acabam vigiando o teor das mensagens recebidas.

— Se alguém falar uma palavra de baixo calão, eles vão repreender quem desrespeitou as regras.

Sucesso também nas redes sociais

O grupo do Michel caiu nas graças dos passageiros. O designer Gabriel Coutinho, de 29 anos, registrou em uma rede social, na tarde desta segunda-feira, o quanto o Michel fez a diferença em seu cotidiano, não apenas por causa do grupo no WhatsApp, mas também pela forma como ele trata os passageiros.

“Existem pessoas boas e trabalhadoras honestas nesse país/mundo sim. E como é bom você poder ver isso”, ele começa a publicação antes de dar início à história do Michel e do grupo que tanto ajuda a sua rotina.

“Se você precisa pegar esse ônibus diariamente, ele se prontifica a pegar um pedacinho de papel e caneta que possui em seu bolso e pede pra você anotar para que ele te adicione no grupo e nunca fique na mão”, explica como ocorre a abordagem.

Gabriel ressalta, ainda, o profissionalismo e o bom-humor do Michel.

— Pode ser que ele demore a responder pois ele só pega no celular quando chega nos pontos final/inicial para mandar mensagem para o grupo — afirmou Gabriel.

“Muito obrigado Michel por me fazer ficar surpreso todos os dias na minha volta pra casa, com seu profissionalismo diário e preocupação com todos nós passageiros! Você é o cara!!”, conclui Gabriel em sua publicação na rede social.

Compartilhe:
© Copyright Setrerj 2020 | Todos os direitos reservados.